Pernambuco Imortal

Nazaré da Mata

  • Geral
  • História
  • Geografia
  • Estatísticas
  • Galerias
  • Outras Cidades

Bandeira

Brasão

Prefeito(a)

Egrinaldo Floriano Coutinho (PTB)

Gentílico

nazareno

DDD

81

Distância do Recife

65 km

Aniversário

17 de maio

Fundação

1833

Histórico

A origem de Nazaré da Mata situa-se no Engenho Lagoa D`Antas, onde em suas terras foi construída uma Capela sob a invocação de Nossa Senhora de Nazaré. Em volta dessa Ermida se formou uma comunidade cujas pessoas estavam ligadas mais por vínculos religiosos do que por fatores de ordem econômica e política. Tais fatores existiam, sem dúvida, porém foi a inspiração religiosa a argamassa a consolidar aquele ideal de fraternidade humana, despertando o amor à família, a iniciativa para o trabalho e o espírito de solidariedade nas tarefas de interesse comum. As primeiras atividades foram as relativas ao cultivo da terra e à exportação das matas.

A tradição agrícola estava na alma e no sangue daquela gente, pois os colonizadores lusos se adentrando pelas terras incultas em busca de vales úmidos e de clareiras abertas pelo desmatamento do pau-brasil, foram se fixando aqui e ali e se acostumando a conviver com a dureza da terra. Nesta fixação à gleba da qual iriam tirar o sustento para sua família e o imposto para Sua Alteza Imperial, foram levantando os pequenos núcleos urbanos e montando "às oficinas de fazer açúcar". O sistema de açúcar que implantavam era "toda uma organização devida", não só de ordem econômica, como igualmente social, política e cultural.

A Coroa Portuguesa diante da imensidade de suas possessões não encontrou outra alternativa senão distribuir essas terras com quem as quisesse explorar. Uma determinada sesmaria foi doada a Manuel Bezerra da Cunha. Um outro português já um tanto acostumado com nossas tradições, Urbano Pereira da Silva Júnior, nos fins do século XVIII, comprara a referida sesmaria juntamente com o seu cunhado, João Manuel, dividindo-a em duas partes. Urbano Pereira ficou com a parte sul, limita pelo rio Tracunhaém, onde foi instalado seu engenho, o LAGOA D`ANTAS.

E buscando seu bem-estar no desempenho das tarefas de cada dia, a comunidade de Nossa Senhora de Nazaré no engenho Lagoa D`Antas, foi crescendo até atingir sua maioria administrativa, fato ocorrido a 17 de maio de 1833, com sua autonomia política proclamada pelo Conselho de Estado. E aquele povo acostumado às lides agrícolas que era um misto de cultivo da terra, de criação e de exploração das matas, assume agora tarefas mais importantes quais foram as de governar, de legislar e de julgar. Aquela simples escola de ensinar a ler, a escrever e a contar, fundada em Lagoa D`Antas a 08 de de março de 1822, preparou uma legião de homens capazes de formular leis e assumir o comando da nova municipalidade. Instalado o Conselho Municipal ao qual competia a tarefa de governar a recém-criada circunscrição administrativa, a 9 de outubro de 1833, a vila Nossa Senhora de Nazaré da Mata teve logo seu território dividido em distritos, criados os cargos de juiz de direito e juiz de órfão, de promotor, elaborado o código de posturas, além de outras medidas necessárias ao bom andamento do serviço público.

A história nazarena rica de homens, de fatos e de idéias, apesar de avanços e de recuos, coisa comum a toda a história humana, oferece páginas de esplendor e de beleza, de heroísmo e de grandeza moral, capazes de honrar a vida de qualquer povo.

Gentílico: nazareno

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Nazaré, pela lei provincial nº 238, de 11-06-1850, subordinado ao município de Olinda.

Elevado à categoria de vila com a denominação de Nazaré, por ato do conselho do governo de 20-05-1833, desmembrado de Olinda. Sede na vila de Nazaré. Constituído do distrito sede. Instalado em 09-10-1833.

Pela lei provincial nº 1780, de 05-06-1883, é criado o distrito de Lagoa Seca.

Pela lei provincial nº 1448, de 25-06-1879, é criado o distrito de Vicência e anexado ao município de Nazaré.

Elevado à categoria de cidade, pela lei provincial nº 258, de 11-06-1850.

Pela lei municipal nº 5, de 30-11-1892, são criados os distritos de Tracunhaém, Angélicas e Aliança e anexados ao município de Nazaré.

Pela lei municipal nº 87, de 27-01-1907, é criado o distrito de Lagoa do Carro e anexados ao município de Nazaré.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o município é constituído de 7 distritos: Nazaré, Aliança, Angélicas, Lagoa do Carro, Lagoa Seca, Tracunhaém e Vicência.

Pela lei municipal nº 311, de 04-11-1920, é criado o distrito de Buenos Aires e anexados ao município de Nazaré.

Pela lei estadual nº 1931, de 11-09-1928, desmembra do município de Nazaré os distritos de Aliança e Lagoa Seca. Para formar o novo município de Aliança. Sob a mesma lei acima citado, desmembra do município de Nazaré o distrito de Lagoa do Carro. Para formar o novo município de Floresta dos Leões e ainda desmembra os distritos de Vicência e Sapé ex-Angélicas. Para formar o novo município de Vicência.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o município é constituído de 3 distritos: Nazaré, Buenos Aires e Tracunhaém.

No quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943, o município é constituído de 3 distritos: Nazaré, Buenos Aires e Tracunhaém.

Pelo decreto-lei estadual nº 952, de 31-12-1943, o município de Nazaré passou a denominar-se Nazaré da Mata.

Em divisão territorial datada de I-VII-1950, o município é constituído de 3 distritos: Nazaré da Mata, Buenos Aires e Tracunhaém.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de I-VII-1960.

Pela lei estadual nº 4951, de 20-12-1963, desmembra do município de Nazaré da Mata o distrito de Tracunhaém. Elevado à categoria de município.

Pela lei estadual nº 4970, de 20-12-1963, desmembra do município de Nazaré da Mata o distrito de Buenos Aires. Elevado à categoria de município.

Em divisão territorial datada de 31-XII-1963, o município é constituído do distrito sede.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2005.

Alteração toponímica municipal

Nazaré para Nazaré da Mata alterado, pelo decreto-lei estadual nº 952, de 31-12-1943.

Localização

Unidade Federativa

Pernambuco

Latitude e Longitude

7°44' Sul, 35°14' Oeste

Mesoregião

Mata Pernambucana

Altitude

90 metros

Microrregião

Mata Setentrional Pernambucana

Área

150.26

População

30782

Densidade

204.858245707

Evolução Populacional

Pirâmide Etária

PIB

R$ 167 179,200 mil IBGE/2008

PIB per capita

R$ 5 550,07 IBGE/2008

Receitas e Despesas

PIB por Setor

IDH

0,703 médio PNUD/2000

Bioma

Mata Atlântica

Clima

tropical

Limites

Aliança, Condado, Itaquitinga (N), Tracunhaém (S e L),Vicência, Buenos Aires e Carpina (O).

Cep inicial

55800-000

Casamentos

Docentes por Série

Matrículas por Série

Número de Escolas por Série

Estabelecimentos de Saúde

Frota de Veículos

Escolha a Cidade no Mapa ou na Listagem abaixo

Pernambuco Imortal | © - 2011 Todos os direitos Reservados