Pernambuco Imortal

Joaquim Nabuco

  • Geral
  • História
  • Geografia
  • Estatísticas
  • Galerias
  • Outras Cidades

Bandeira

Brasão

Prefeito(a)

João Nascimento de Carvalho (PSB)

Gentílico

nabuquense

DDD

81

Distância do Recife

Aniversário

4 de junho

Fundação

9 de novembro de 1892

Histórico

O início o povoado não é conhecido. Acredita-se, entretanto, que teve origem com o advento de levas de trabalhadores em demanda às terras de cana-de-açúcar, os quais foram se aglomerando em torno das habitações isoladas dos engenhos Pumaty, Boa Vista e Cuiabá, construindo palhoças, casas, a tradicional capela , tendo à frente o caboclo José Maria da Rocha, que servia de porta-voz dos interesses do povo. Inicialmente, o povoado se denominava Preguiça, pela circunstância de haver nessa região muitas "imbaúbas" ou "paude-preguiça, resultado daí o nome, embora o Dicionário Xorográfico, Histórico e Estatístico de Pernambuco, afirme que o nome Preguiça prende-se ao fato de a feira-livre, no povoado, ocorrer às segundas-feiras, que vulgarmente chamam dia da preguiça.

A povoação cresceu e prosperou, transformando-se poucos anos depois no segundo distrito de Palmares, graças aos esforços de seus habitantes que arduamente trabalhavam para engrandecê-lo. Entre as pessoas que concorreram para mudança no nome local, destacam-se Vicente Afonso de Melo, agricultor inteligente. Dr. João de Oliveira, proprietário da Usina de Pumaty, além de D. Luiz de Brito, que em visita pastoral no ano de 1903, pediu que homenagem ao grande brasileiro, Joaquim Nabuco, daquele momento em diante, passasse Preguiça a ter essa denominação. Conduzindo o apelo do povo às autoridades competentes, elas o ratificara.

Gentílico: nabuquense

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de São Joaquim Nabuco, ex-Preguiças, pela lei municipal nº 1, de 29-11-1892, subordinado ao município de Palmares.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o distrito de Joaquim Nabuco figura no município de Palmares. Assim permanecendo em divisão territorial datada de I-VII-1950.

Elevado à categoria de município com a denominação de Joaquim Nabuco, pela lei estadual nº 1819, de 30-12-1953, desmembrado de Palmares. Sede no antigo distrito de Joaquim Nabuco. Constituído do distrito sede. Instalado em 15-05-1954. Em divisão territorial datada de I-VII-1960, o município é constituído do distrito sede. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2005.

Localização

Unidade Federativa

Pernambuco

Latitude e Longitude

08º37'28, 35º32'00

Mesoregião

Mata Pernambucana

Altitude

152 metros

Microrregião

Mata Meridional Pernambucana

Área

121.9

População

15774

Densidade

129.401148482

Evolução Populacional

Pirâmide Etária

PIB

R$ 70 631,690 mil IBGE/2008

PIB per capita

R$ 4 291,63 IBGE/2008

Receitas e Despesas

PIB por Setor

IDH

0,613 médio PNUD/2000

Bioma

Mata Atlântica

Clima

tropical chuvoso com verão seco

Limites

norte: Bonito (Pernambuco) e Cortês; sul: Água Preta e Palmares; leste: Água Preta e Ribeirão (Pernambuco) e oeste: Palmares

Cep inicial

55535-000

Casamentos

Docentes por Série

Matrículas por Série

Número de Escolas por Série

Estabelecimentos de Saúde

Frota de Veículos

Escolha a Cidade no Mapa ou na Listagem abaixo

Pernambuco Imortal | © - 2011 Todos os direitos Reservados