Pernambuco Imortal

Escada

  • Geral
  • História
  • Geografia
  • Estatísticas
  • Galerias
  • Outras Cidades

Bandeira

Brasão

Prefeito(a)

Jandelson Gouveia da Silva (PR)

Gentílico

Escadense

DDD

81

Distância do Recife

63 km

Aniversário

24 de maio

Fundação

1873

Histórico

As origens históricas do rico florescente município da Escada, remotendo-se a um aldeia de índios das tribos Meriquitos. Potiguares e Tabaiares, fundada em época muito remota, porém existentes em 1685, com a denominação de Aldeia de Nossa Senhora da Escada de Ipojuca. O Governador da província de Pernambuco, João da Costa Souto Maior, escreveu uma carta ao sargento-mor, comandante da Aldeia, determinado-lhe que fizesse os índios abandonarem o mato para se recolherem aos ranchos de Aldeia, continuassem com as obras da igreja e cuidassem da lavoura, ao mesmo tempo o Governador dava várias instruções sobre o bom regime moral e vida cristã dos índios. Situada a Aldeia à margem esquerda do rio Ipojuca, na distância de 10 léguas da praça do Recife e incumbia aos padres da Madre de Deus a direção espiritual dos índios, reza a tradição, que erigiram logo aqueles padres um oratório no alto da colina ao redor da qual estendia-se o aldeiamento, para cuja subida executaram uma escala de degraus cavados na argila e que desta circunstância vem a denominação de Nossa Senhora da Escada dada à Padroeira do Oratório, apesar de ter ela a inovação de Nossa Senhora da Apresentação. Em 1757, segundo relata Sebastião Galvão, tendo em vista documentos vários, observa-se que a Aldeia já era Povoação. Aumentando dia a dia a população vários. Aumentando dia a dia a população do povoado, não apenas de índios, mas de colonos que, para ali acorriam em busca de amanho de terras tão férteis.

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Escada, por Carta Régia de 27-04-1786 e por lei municipal de 06-03-1893, subordinado ao município de Cabo.

Elevado à condição de vila com a denominação de Escada, pela lei provincial nº 326, de 19-04-1854, desmembrado de Cabo. Constituído do distrito sede. Instalado em 09-101854.

Elevado à condição de cidade e sede do município com a denominação Escada, pela lei provincial nº 1093, de 24-05-1873.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o município aparece constituído de 2 distritos: Escada e Frecheiras.

Em divisões administrativa referente ao ano de 1933, o município é constituído de 2 distritos: Escada e Freixeiras.

No quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943, o município é constituído de 2 distritos: Escada e Frexeiras ex-Freixeiras.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído de 2 distritos: Escada e Frexeiras.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2005.

Localização

Unidade Federativa

Pernambuco

Latitude e Longitude

8°21' Sul, 35°14' Oeste

Mesoregião

Mata Pernambucana

Altitude

109 metros

Microrregião

Mata Meridional Pernambucana

Área

346.96

População

63535

Densidade

183.119091538

Evolução Populacional

Pirâmide Etária

PIB

R$ 286 334,449 mil IBGE/2008

PIB per capita

R$ 4 606,19 IBGE/2008

Receitas e Despesas

PIB por Setor

IDH

0,645 médio PNUD/2000

Bioma

Mata Atlântica

Clima

Tropical chuvoso

Limites

Cabo de Santo Agostinho, Vitória de Santo Antão, Ribeirão, Sirinhaém e Primavera

Cep inicial

55500-000

Casamentos

Docentes por Série

Matrículas por Série

Número de Escolas por Série

Estabelecimentos de Saúde

Frota de Veículos

Escolha a Cidade no Mapa ou na Listagem abaixo

Pernambuco Imortal | © - 2011 Todos os direitos Reservados