Pernambuco Imortal

Cortês

  • Geral
  • História
  • Geografia
  • Estatísticas
  • Galerias
  • Outras Cidades

Bandeira

Brasão

Prefeito(a)

José Genivaldo dos Santos (DEM)

Gentílico

cortesense

DDD

81

Distância do Recife

86 km

Aniversário

29 de dezembro

Fundação

05 de janeiro 1911

Histórico

Em 1872, o Capitão Francisco Velozo da Silveira, comprou um terreno no sitio chamado Cortês, região elevada, às margens do Rio Serinhaem, no distrito de Ilha de Flores, terceiro do termo e Comarca do Bonito. Velozo sonhou fazer do sitio uma cidade e logo começou a vender "chão de casas" a terceiros. Em 17 de abril de 1875, fez a doação de propriedade ao Senhor Francisco das Chagas, determinando que todos poderiam construir desde que pagassem foro, a quem procurassem e nome do Santo. Em 1890, um decreto Estadual desmembrou o povoado do município Bonito incorporando-o ao município de Amaraji. Dois grandes acontecimentos concorreriam definitivamente para sobreviver e prosperidade: A construção foi interrompida deixando o terminal em Cortês; a fundação da Usina Poderosa, pelos descendentes do Barão de Bonito, a 7 quilômetros de Cortês. A usina foi inaugurada em 1892 e trouxe melhoria econômica para região.

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Cortês. pela lei municipal nº 57, de 05-011911, subordinado ao município de Amaragí.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o distrito de Cortês permanece ao município de Amaragí.

Assim permanecendo em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937.

Pelo decreto-lei estadual nº 92, de 31-03-1938, o distrito de Cortês, teve sua grafia alterado para Cortêz. Sob o mesmo decreto município de Amaragi, teve sua grafia alterada para Amarají.

No quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943, o distrito já denominado Cortês permanece no município de Amaraji ex-Amaragí.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1950.

Elevado à categoria de município com a denominação de Cortês, pela lei estadual nº 1818, de 20-12-1953, desmembrado de Amaraji. Sede no antigo distrito de Cortês. Constituído do distrito sede. Instalado em 06-06-1954.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído de distrito sede.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2005.

Alteração da grafia

Cortez para Cortês teve sua grafia alterada, pelo decreto-lei estadual nº 92, de 31-03-1938.

Localização

Unidade Federativa

Pernambuco

Latitude e Longitude

08º28'13, 35º32'28

Mesoregião

Mata Pernambucana

Altitude

302 metros

Microrregião

Mata Meridional Pernambucana

Área

101.32

População

12458

Densidade

122.956968022

Evolução Populacional

Pirâmide Etária

PIB

R$ 65 333,386 mil IBGE/2008

PIB per capita

R$ 5 531,10 IBGE/2008

Receitas e Despesas

PIB por Setor

IDH

0,582 médio PNUD/2000

Bioma

Mata Atlântica

Clima

Tropical chuvoso com verão seco As

Limites

Norte: Gravatá, Sul: Joaquim Nabuco, Leste: Amaraji e Ribeirão (Pernambuco), Oeste: Barra de Guabiraba e Bonito (Pernambuco)

Cep inicial

55525-000

Casamentos

Docentes por Série

Matrículas por Série

Número de Escolas por Série

Estabelecimentos de Saúde

Frota de Veículos

Escolha a Cidade no Mapa ou na Listagem abaixo

Pernambuco Imortal | © - 2011 Todos os direitos Reservados